Dados mostram o crescimento do e-commerce durante a pandemia de covid-19

Dados mostram o crescimento do e-commerce durante a pandemia de covid-19

OUSE > Blog > News > Dados mostram o crescimento do e-commerce durante a pandemia de covid-19

Dados mostram o crescimento do e-commerce durante a pandemia de covid-19

https://ouseweb.com.br/dados-mostram-o-crescimento-do-e-commerce-durante-a-pandemia-de-covid-19/

A tendência de migração de vendas do comércio físico para o mercado online foi definitivamente transformada e agora não pode mais ser assim chamada. Não é mais uma tendência, é uma realidade.

Lojas físicas precisaram se adaptar ao novo normal e desenvolveram novas formas de vender seus produtos, tanto por atendimento via WhatsApp e divulgação por mídias sociais quanto através de novos e-commerces e participação em marketplaces.

Marcas que já possuíam presença no mundo digital também transformaram sua estrutura e funcionamento.

Em 2020, estudo realizado pelo Mobile Time e Opinion Box, as categorias que mais se destacaram no e-commerce foram:

 

refeições – 49%;

roupas – 43%;

alimentos – 42%;

eletrônicos – 33%;

remédios – 30%.

 

O resultado do aumento de opções online, da divulgação e do esforço dos novos lojistas e de todos os investimentos e melhorias aplicados por quem já estava no mercado, resultou em um número animador sobre o consumo pós-pandemia.

Segundo dados da Neotrust, o e-commerce brasileiro registrou mais de 300 milhões de pedidos e faturou mais de R$ 126 bilhões em 2020, sendo que 47% dos consumidores estavam realizando sua primeira compra online.

Tendências do E-commerce para próximos anos

 

A Ebit|Nielse divulgou uma pesquisa que aponta que 95% dos brasileiros pretendem continuar comprando online quando o surto de Covid-19 acabar.

Para 2021 e 2022, as tendências são um pouco diferentes do que ocorreu em 2020 e os setores devem se destacar com a seguinte participação de crescimento:

 

pet shop – +48%

casa e construção – 47%

eletroportáteis – 43%

alimentos e bebidas – 40%

brinquedos – 39%

Os dados são da Neotrust.

 

Com isso podemos concluir que…

 

Ainda que possa parecer um clichê, é uma realidade que existe um “novo normal”.

Após mais um ano de pandemia, há a consolidação de novos hábitos, como as compras online, o envio de presentes via Correios ou transportadoras, o uso de cartões digitais, o entendimento da facilidade de compra sem a necessidade de desperdício de tempo em trânsito e filas, e diversos benefícios que foram compreendidos pelos consumidores, não deixarão de fazer parte de suas rotinas e escolhas quando a pandemia finalmente acabar.

Se você gostou desse conteúdo e acredita que ele pode ser útil para mais alguém, compartilhe!

Fonte: Estado de Minas Reportagem Clique Aqui.

Posted By

admin

×

Powered by WhatsApp Chat

×